morte

  Ontem se completaram 42 anos da morte do meu avô. Hoje meu pai completaria 82. Mortos e mortes fazem aniversário? Ou aniversários são celebrações de anos de vida, não […]

  Fosse há alguns anos, hoje era dia de ligar para Esmeraldas e dar parabéns à Tiná. Que, para mim, nem era Tiná – era D. Nhá, mesmo, sem essa […]

  Sonhei esta noite com meu pai. Ele estava bem, feliz, tal qual me lembrava dele antes da doença. Parecia entusiasmado, querendo me mostrar caixas e mais caixas de fotografias. […]

  Esta semana completaram-se seis meses da morte do meu pai. Seis meses, seis horas, seis séculos, não faz diferença. Ele segue tão morto quanto nós, que sobrevivemos a ele, […]

  Viver é perder amigos. Para a morte, para a própria vida. Perdemos amigos porque mudamos, porque permanecemos os mesmos. Perdemos porque nos esquecem, porque não nos lembramos mais, porque […]