Campos de futebol

 

Mundo afora, áreas são medidas em pés, polegadas, jardas, centímetros, metros (tudo ao quadrado), ou em acres, hectares e, na roça, até mesmo em litros (que não se confundem com os litros que medem volume).

Tal como a jabuticaba, que só tem no Brasil, só aqui temos a medida “campo de futebol”.

Brasileiro não entende quando lê que “o sítio do Lula – quer dizer, dos amigos do Lula – mede 173 mil m2”. Tem que informar depois, como quem desenha algo que está acima da compreensão da criatura: “equivalente a 24 campos de futebol”. Ah, agora, sim. É grande.

Diz o jornal que “o desmatamento da Amazônia em outubro de 2015 foi de 230 km2”. Isso é muito? Pouco? Quase a Amazônia toda? Não se desespere: quem escreveu a matéria não vai te deixar angustiado sem saber se sobrou alguma árvore em pé ou se foi só uma poda.  Tão certo quanto asneira saindo da boca de petista, o jornalista logo acrescentará: “isso equivale a 32 campos de futebol”. É, nem foi tanto desmatamento assim.

É de se espantar que ainda usemos dezenas e dúzias como referências de medida, em vez de “time de futebol”, ou seja, onze unidades. Na feira, seria comum se ouvir “moço, me dá um time de bananas” – e sempre haveria a dúvida se o feirante ia entregar onze caturras ou a Seleção Brasileira.

Populações também seriam medidas não em milhares ou milhões de pessoas, mas em torcidas. “A Alemanha, com uma população de 2,45 torcidas do Flamengo, deverá receber 0,23 torcidas do Botafogo de imigrantes este ano”.

PIBs seriam medidos em messis e neymares – menos os do Brasil e da Venezuela, cotados em riascos e guiñazus.

A medida “campo de futebol” (que, para quem prefere unidades obsoletas, é o mesmo que 7140 m2) ainda não é oficial – mas não duvide que em pouco tempo as conversões para “campo de futebol” já estejam caindo nas provas de Geometria e sendo usadas no dia a dia, não só nos jornais e na tevê.

“Vendo lindo apartamento de dois quartos,  dependências de empregada e vaga de garagem, com 0,012 campos de futebol de área privativa. Documentação em ordem. Tratar direto com o proprietário”

O mercado imobiliário logo vai começar a falar em coberturas duplex com 0,05 campos de futebol – sem informar que é campo de futebol salão.

E não demora vai ter arquiteto sendo levado ao Procon porque fez proposta de trabalho cobrando o projeto a R$ 0,0025 por campo de futebol – e era campo de futebol de botão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *