• contato@eduardoaffonso.com.br

Jaburu

Jaburu

 

– Vem dormir, amor.

– Já vou, Marcela. Estou fechando a agenda de amanhã.

– E o que é que tem amanhã de tão importante?

– Pouca coisa:
9:00 – Desmentir o Ministro da Justiça
9:30 – Desmentir o Ministro da Saúde
9:45 – Desmentir Ministro ainda a definir
10:00 – Anunciar o corte no Minha Casa, Minha Vida
10:15 – Desmentir o corte no Minha Casa, Minha Vida
10:30 – Desmentir o Ministro das Cidades sobre os desmentidos do corte já desmentido do Minha Casa, Minha Vida
11:00 – Recriar o Ministério da Cultura
11:01 – Desrecriar o Ministério da Cultura
11:03 – Recriar de novo o Ministério da Cultura, e oferecer à Paula Lavigne
11:05 – Ouvir um sonoro “não” da Paula Lavigne
11:15 – Criar o Ministério da Agri-Cultura, para cuidar de milho, soja, fumo e patrocínio a artistas alinhados com o governo.

– Se esse fumo for aquele que eu estou pensando, pode dar muito certo, amor.

– Sei não, Marcela, Sei não. Nada neste governo está dando certo.

– Não fala assim, mô. Você quis tanto isso…

– Eu queria o Planalto, o Alvorada, a rampa, poder usar faixa e mesóclises. Só o que consegui foi passar de decorativo a interino. E sem sair do Jaburu.

– Você vai conseguir, mozão. Já conseguiu coisa muito mais difícil. Olhaí o Michelzinho…

– Emputece-me sobremaneira aquela sirigaita toda lampeira, com avião, salário, cordão de puxa-saco, mordomias, pra cima e pra baixo, falando de golpe, golpe, golpe, e eu aqui tendo que absterger e detergir a massa fecal que ela deixou espalhada por tudo quanto é lado. Eu devê-la-ia ter estrangulado quanto tive oportunidade.

– Amanhã você vê isso. Vem dormir, mô.

– E pior que nem posso varrer tudo pra debaixo do tapete, porque o Lula levou os tapetes.

– Varre pra debaixo do capacho…

– O capacho está defendendo a chefa dele no processo de impítimã.

– Mô, já é meia-noite, amanhã eu tenho balé, natação, inglês, fono e a festa de 15 anos de uma amiguinha minha. Vem dormir, vem.

– Só mais um instante…
12:00 – Mexer na Previdência sem mudar nada na Previdência.
12:15 – Responder ao Fidel Castro sobre golpe, ao Maduro sobre democracia, e agradecer ao Papa por a Cristina Kirchner já ter ido embora, ou teria que responder a ela também sobre ter nomeado gente suspeita pro meu governo.
12:30 – Almoço com Renan Calheiros para tentar blindar o Cunha, segurar o Maranhão e conter o Janot por um lado e a Cristiana Lobo por outro.
13:00 – Desmentir o Ministro do Trabalho. Se é que eu tenho Ministro do Trabalho. Bom, desminto, por via das dúvidas.
13:30 – Declarar que não vou pagar comício de militantes virtuais com dinheiro público.
13:35 – Desmentir o não pagamento, e assinar o cheque, para não virar trend topic.
14:00 – Receber artistas que apoiam o governo e abrem mão da mamata. Ufa, só assim fico sozinho um pouco e posso relaxar por uns minutos.
14:30 – Desmentir o Ministro do Planejamento, da Educação e dos Esportes. Pronto, Marcela, já podemos… Marcela?

– …

– Vejamos o que tem no Netflix: “Se nada mais der certo”, “O ano que vivemos em perigo”, “Apertem os cintos, o piloto sumiu”, “Golpe de mestre”, “Todos os homens do presidente”. Não, melhor não. Marcela?

– …

– Marcela?

– …

– Bom, Michelzinho pode esperar até 2018 pra ganhar um irmãozinho.

admin

Deixe sua mensagem