fevereiro 2016

  Conheci Sylvia Kristel em Belo Horizonte, em 1977. Fui encontrá-la, mais nervoso do que propriamente excitado, no Cine Regina, um cinema decadente da Rua da Bahia, que talvez nem […]

  Não foram só os dinossauros e os acendedores de lampião que se extinguiram, seja por força da tecnologia ou na natureza. Sem réquiem ou obituário nos jornais, sem que […]

  Tenho uma teoria (que nem sei se é minha, mas que adotei, reelaborei e na qual penso sempre) e que chamo de “Teoria de Oz”, por causa de um […]

  Nunca ponho título no que escrevo. Se conseguisse resumir em 3 palavras, ou numa frase só, o que eu tinha a dizer, não precisava ter escrito um texto enorme. […]

  Ser ateu tem suas vantagens. Você não vai pro inferno quando morre (porque o inferno não existe) e nem vive naquele inferno de culpa e pecado (porque pecado também […]

  1. Além do setor dedicado a dar nomes matadores às operações que deflagra, a Polícia Federal deve ter também uma equipe só para decodificar os nicks (como é mesmo […]

  Vamos recapitular: A Dilma não sabia das roubalheiras na Petrobras. Compravam refinaria enferrujada bem debaixo do seu nariz, e ela não dava fé. Desviavam bilhões e ela nem tchuns. […]

  Meu amigo Zé Antunes desistiu de ler jornais. Prefere não saber das coisas palpitantes que em meia hora não terão mais valor nenhum. São assim as notícias: nos excitam […]

  1. Uma nova moda (ou onda, ou praga) ganhou força no Rio (talvez no Brasil todo), o “vai-com-deus”. Em qualquer despedida, ou mesmo na saída do supermercado, do posto […]